Cuidar de Bebê

Intestino preso na gravidez

Compartilhe esse artigo com seus amigos:

 

Na gestação a mulher passa por inúmeras transformações em seu físico e mente, por vezes acaba tendo um aumento de peso absolutamente normal, desde que não em excesso, sofre também alterações de humor, apetite, entre outras.

O acompanhamento médico é fundamental a gestante durante todo o período, que recomendam a prática de exercícios físicos, uma alimentação balanceada, massagens, entre outras indicações que irão ajudar a grávida a passar por toda a fase gestacional sem sofrimentos e da forma mais natural possível.

Há muitos desconfortos que acometem as grávidas, sendo mais comum o intestino preso na gravidez, que ocasionam no mau funcionamento de parte do seu organismo, gerando excesso de gases, cólicas, irritação, dores na região do ventre e inchaços.

O intestino preso na gravidez ocorre porque o feto fica cada vez maior dentro do útero materno, comprimindo os demais órgãos da gestante, dentre estes seu intestino que acaba limitando suas funções e se torna mais lento a cada dia.

Como aliviar e tratar do intestino preso durante a gravidez?

  • A gestante deve seguir uma alimentação balanceada, com nutrimentos ricos em ricos em fibras, como os cereais, aveias, pães integrais, frutas, verduras e legumes que estimulam o funcionamento correto do órgão. As frutas mais indicadas são: o mamão, a ameixa, o melão, a laranja, o damasco, a manga e o morango.

Deve-se ingerir bastante líquido, a fim de evitar que as fezes endureçam no organismo da futura mamãe, além de facilitar a passagem das mesmas, é recomendado em média 08 (oito) copos ao dia.

  • Exercícios físicos regulares, mas de forma moderada, como por exemplo, a hidroginástica, a yoga e a caminhada, também ajudam. Deve-se evitar ingerir remédios do tipo laxantes sem consultar o médico, esses medicamentos podem causar problemas de saúde tanto para gestante, quanto para o bebê.

Os horários das refeições devem ser respeitados, a gestante não pode ficar muitas horas sem se alimentar ou mesmo pular uma refeição é preciso que esta acostume seu organismo a nova dieta e situação aos poucos, sem pressa ou ansiedade.

  • Se o problema persistir procure um médico especialista imediatamente.

Artigos Relacionados:

Higiene íntima de bebês: cuidados
Morte súbita de bebês: o que é e como evitar
Quando o bebe deve ir ao dentista, dicas

Envie seu comentário
Nome:
Email:
Website (opcional):
Mensagem: